29 de jan de 2017

Dando sinal de vida

Queria informar que estou viva :p e espero postar com mais constância! Faz muito tempo que não escrevo nada por aqui. Parece que estou repetindo o que eu disse na última vez que passei por aqui (acho que foi há mais de dois anos), de que eu tinha intenção de escrever novos posts e de revisar antigos para atualizá-los. Nem me lembro exatamente onde ou quando disse isso, mas enfim… isso não importa. Só sei que tenho um objetivo de escrever ou atualizar um total de pelo menos 30 posts. agora nesse primeiro período.

Já faz quase 13 anos que vivo na Espanha. Fiz apenas uma visita ao Brasil em todo este período. Meu português está meio enferrujado e tenho a sensação de que algo mudou e que o emprego de locuções e concordância não são corretas, e quando falo em português preciso pensar mais, mas fazer o quê… são os problemas de se adaptar a outra cultura e idioma. Vamos ver se melhoro escrevendo estes posts em português!
Quero seguir com este blog já que creio que tenho acesso a informações e ideias únicas para compartilhar. Tem muita coisa que depois de tanto tempo parecem muito comuns para mim mas quando meus amigos me visitam eles acham bem curiosos, engraçados ou estranhos. Ultimamente não tenho viajado muito, mas mesmo assim tenho material acumulado das minhas viagens anteriores, de muitas viagens. Assim também poderei organizar todo esse material.
Apesar de tantos anos sem escrever vejo que o blog ainda recebe uma boa quantidade de visitas. Pode ser que mais adiante eu mude o endereço e a cara deste blog ou mesmo o nome. Gostaria de saber a opinião de vocês sobre isso e sobre o que vocês gostariam de saber mais. 

Estou totalmente disposta a responder às perguntas que vocês tiverem ou ver se posso postar algo sobre algum tema do interesse de vocês. De qualquer forma, as respostas seriam provavelmente no formato de uma postagem. Escrevam para: phloxbox em gmail ponto com (para evitar spam) ou envie um comentário via formulário. Nem sempre respondo aos emails mas leio todos! 

Agradeço desde já qualquer colaboração ou opinião sobre o blog. Obviamente qualquer coisa que eu escreva por aqui é só minha opinião.

A conta de luz

Conheço gente aqui na Espanha que atualmente está se assustando com a conta da luz. Todos os meses abrir a carta da conta da luz já está sendo como um jogo de suspense, mas que no lugar de ser um jogo é muito real. Mesmo gente que não tinha dificuldades para pagar as contas está começando a se assustar.

A quantidade a pagar tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, em boa parte na minha opinião por decisões políticas errôneas acumuladas ao longo dos anos que não tiveram em conta os cidadãos ou mesmo os empresários. Para algumas pessoas a conta só aumenta em certos meses (principalmente em dezembro e janeiro), quando costumam receber a família em casa e precisam utilizar o forno de forma regular, a máquina de lavar roupa, lava-louças, estufa, calefação durante todo o dia, etc.

Já algumas pessoas vivem em casas que não são eficientes em manter o calor. Há casas com janelas antigas ou que não estão corretamente estancas e que precisam ser constantemente aquecidas no inverno para serem minimamente habitáveis. Geralmente o problema com essas casas não é tão fácil solucionar. Tem gente que vive em apartamentos alugados e que não podem modificar as janelas. Por outro lado temos o fato de que substituir cada janela custa os olhos da cara.

Soube de empresas que dependem da utilização intensa da eletricidade que estão prejudicadas. Por exemplo, há lavanderias que só colocam as máquinas para funcionar de tarde ou mesmo conheço lavanderias que fecharam as portas por não poderem pagar as contas.

Em casa, a conta de luz em si não vem muito alta, mas devemos considerar que no meu caso a conta de calefação vem separada. A calefação pode tranquilamente dobrar a conta da luz em muitos casos, quando vem junta. Em casa somos duas pessoas e só uso a máquina de lavar louças e a máquina de lavar roupa duas vezes por semana e praticamente não uso o forno. Nessas condições é normal que nossa conta não venha tão alta como a das outras pessoas que conheço que possuem famílias de quatro ou cinco pessoas, com crianças pequenas.


A que ponto chegamos?

20 de fev de 2014

Gírias e expressões 1

Se você vier à Espanha, provavelmente vai ouvir estas expressões aí abaixo. Veja bem, eu não sou professora de idiomas. Só tento explicar em que situações se usam estas expressões.

¿Te apetece?

Como no português, apetecer aqui tem o sentido de querer fazer algo, ter vontade de.
As pessoas usam mais a palavra apetecer do que "tener ganas de" ou "querer" fazer algo, quando vão perguntar se querem realizar alguma ação juntos ou se falam por exemplo do "desejo" de comer algo, etc.
Exemplo: "No me apetece ir al cine". "Me apetece mucho un helado". ¿Te apetece ir a algún sitio?


¿Te animas?

Usam esta expressão para perguntar se a gente quer fazer algo, como em ¿Te apetece?
"¿Te animas?", em uma interpretação livre, significa "você tem ânimo de fazer tal coisa com a gente?"
Exemplo: "Vamos al cine. ¿Te animas?"


¿Te apuntas?

"Apuntarse" a algo tem mais um significado de querer participar de algo, associar-se, inscrever-se.
"¿Te apuntas?", em uma interpretação livre, seria algo como "você vem com a gente para aquele evento?" ou "você vai participar?"
Exemplo: "Quedé con Ramón para irnos al cine. ¿Te apuntas?"


¿Te suena (de algo)?

Sentido de soar. Mas pode ser utilizado para tratar de situações que envolvam audição ou nao. Quando você vê ou ouve algo familiar mas não sabe ao certo de onde ou como é. Como quando a gente diz: "Conheço este garoto, mas não me lembro de onde" seria: "Este chico me suena".


¿Te viene/va bien?

Esta expressão tem o sentido de "é um bom momento para você?". Por exemplo, no caso da gente querer marcar de se encontrar em algum lugar e sugerir uma hora. Nesse caso depois a gente pergunta se essa é uma boa hora.

Exemplo: "Mañana quedamos con Carmen a la una en la cafetería Pepito. ¿Te viene bien?
¿Te va bien ir a comer ahora?"

Ou ainda há uma expressão: "Que te vaya bien", para desejar sorte. 
Exemplo: "Que te vaya bien en el examen!"


Echar una mano

Significa ajudar, dar a mão.

Exemplo: "¿Te echo una mano con la limpieza de la casa?" "¿Quieres que te eche una mano?" "Échame una mano con esto!"

Link: Uma música que se chama "Échame una mano prima"

11 de fev de 2014

San Valentín


Está chegando o dia dos namorados da Espanha (e de muitos outros países, entre os quais Portugal), o San Valentín, celebrado no dia 14 de fevereiro.

Por aqui, como acontece no dia dos namorados do Brasil, há toda aquela parte comercial, com muitas ofertas e idéias de presentes. As pessoas o celebram de maneira parecida a do Brasil, saindo para jantar, com presentes, passeios, etc.

Para conhecer a história de San Valentín há uma entrada na Wikipedia muito interessante, que descreve a origem deste dia e quem foi este santo.

5 de fev de 2014

Tú, Usted e Vosotros


Como já havia mencionado antes, na Espanha normalmente se usa o "tú" na hora de conversar com alguém. Isso é chamado de "tuteo". É uma forma mais informal e pessoal de falar com alguém. Se você usar o "tú", seguindo as regras de conjugação, você terá que adaptar todos os verbos para a segunda pessoa e se você usar o "usted", terá que naturalmente adaptá-los para a terceira pessoa.

Algumas vezes você pode começar a conversação com algum desconhecido ou de maneira formal no trabalho e a pessoa pergunta se prefere "tutear" (¿Puedo tutearlo/la?) ou ainda pede para que "lo tutee" ("Trátame de tú", "Tutéame"). Atualmente é muito difícil encontrar alguém em um entorno familiar que se trate de "usted". Até no caso das crianças, elas "tutean" com os pais ou avós.

O "usted" se usa muito pouco no dia-a-dia. Geralmente quem o usa são idosos ou dirigido a idosos ou a desconhecidos ou alguém que quer nos vender algo por telemarketing ou coisa do tipo para demonstrar profissionalidade. Mas se alguém me trata de "usted" tenho o costume de tratar a pessoa também de "usted", por uma questão de educação.

Na hora de tomar a iniciativa para empregar o "tú" ou "usted" no meu caso depende da situação. Geralmente se são idosos trato quase sempre de "usted". Quando falo por telefone com desconhecidos também. No trabalho, na hora de falar com clientes também trato de "usted" a não ser que seja alguém com quem tenha mais intimidade.

A segunda pessoa em si (tu/vós) não é muito usada no Brasil ou quando é usada muitas vezes não é empregada de maneira correta, e eu nunca me arrisquei a usá-la. Pois se você quiser falar corretamente o espanhol na Espanha vai ter que aprender na marra  a conjugar a segunda pessoa e especialmente conjugar a segunda pessoa do plural sem parecer muito artificial. Mas para superar essa dificuldade não tem outra, tem que praticar.

Sempre que um grupo de amigos estiver reunido é preciso aproveitar para soltar as frases na segunda pessoa do plural: "¿Creéis que va a venir una tormenta?", "¿Os apetece salir a tomar algo?", "Me alegro de veros tan contentos","¿Vais a ir en metro?", "Me gustaría contaros una cosa", etc.

Praticar e praticar.

Vocabulário de futebol em espanhol

Palavras básicas do vocabulário futebolístico (es/pt-br). Algumas palavras não estão incluídas por serem iguais as do português.


Campo de fútbol
  • cancha/campo - campo
  • hierba/césped - gramado
  • línea de banda - linha lateral
  • línea de fondo - linha de fundo
  • medialuna - meia lua da área
  • travesaño, larguero travessão
  • banquillo - banco/ou referente aos jogadores reserva
  • red - rede
  • portería - gol, região em que se encontra o goleiro
  • palo - trave

Personas
  • equipo/club - time
  • plantilla - quadro de jogadores, a equipe
  • entrenador/míster - técnico
  • árbitro - juiz
  • juez de línea - bandeirinha
  • afición - torcida
  • hincha - torcedor de uma equipe
  • portero, guardameta - goleiro
  • delantero - atacante
  • ojeador - caça-talento
  • recogepelotas - gandula
  • paquete - jogador medíocre

Partido - Jogo/Partida
  • fuera de juego, off side - impedimento
  • está en fuera de juego - está impedido
  • sistema de juego - esquema tático
  • autogol, gol en propia puerta - gol contra
  • balón/pelota - bola
  • balonazo - bolada
  • hat-trick, triplete - três gols do mesmo jogador no mesmo jogo
  • bota - chuteira
  • brazalete - faixa de capitão
  • calentamiento - aquecimento
  • derby - um clássico, jogo entre equipes importantes de grande rivalidade.
  • corner/sacar corner, saque de esquina - escanteio
  • dorsal - parte traseira da camiseta, geralmente referente ao número do jogador.
  • gol/goles
  • al palo! - na trave!
  • abuchear - vaiar
  • silbidos, pitos - assovios
  • penalty, pena máxima - pênalti
  • alineación - alinhamento
  • pichichi - artilheiro de um campeonato
  • peto - colete, usado nos treinamentos
  • pitar - apitar
  • intermedio - intervalo
  • prórroga - prorrogaçao
  • colista - lanterna
  • ley de la ventaja - ley da vantagem 
  • tiempo añadido - tempo adicional
  • chupón - fominha, que não passa a bola

Posiciones, patadas - Posições, chutes
  • extremo - ponta
  • centrocampista, mediocentro - volante
  • central - zagueiro
  • vaselina - um tipo de chute conhecido como folha seca
  • regatear - driblar
  • regateo - drible
  • patada - chute
  • chilena - bicicleta 
  • sombrero - chapéu
  • taconazo - chute com o calcanhar
  • saque de banda - lançamento lateral
  • saque de puerta - lançamento do goleiro

Outros
  • Naranjito - mascote oficial da copa de 1982 que foi celebrada na Espanha (essa laranjinha aí à esquerda).
  • futbolín - pebolim, totó, futebol de mesa
  • porra - aposta entre amigos ou em um grupo sobre o resultado de um jogo

Chove chuva


Ontem no elevador minha vizinha me disse que se continuava chovendo como está chovendo viraríamos rãs. Como em outros lugares, o tempo é aquele típico tema para puxar conversa no elevador. Mas realmente é que está chovendo muito, mas muito mesmo.

Na Galícia é normal que chova muito. Em Santiago de Compostela por exemplo é perfeitamente normal que em um ano chova pelo menos 250 dias. Em outras regiões da Espanha varia muito. Madrid por exemplo é uma região mais seca.

A época de chuva coincide com as temperaturas mais baixas. Alguma vez pode chover quando a temperatura é mais alta, mas isso não é o comum. Pode chover vários dias seguidos no outono, inverno e primavera. Não chove todos os dias seguidos, mas pode ser que em algum mês chova realmente todos os dias. No inverno percebemos muito mais o efeito do clima, já que coincide que os dias são muito mais curtos e muitas vezes mesmo de dia as nuvens costumam cobrir todo o céu, um nublado cinzento e não deixam passar nenhum raio de sol. Dizem que com tão pouco sol as pessoas acabam ficando deprimidas.

Pode ser uma chuva abundante que dura horas e horas, ou uma chuva intermitente ou ainda uma fina garoa que cai durante todo o dia, o denominado "calabobos". 

Venho da terra da garoa e mesmo assim essa chuva continua me surpreende. É que a época de chuvas no Brasil é no verão e mesmo se acabamos meio ensopados ou com os sapatos todos molhados por horas, pode ser algo desagradável de aguentar mas não chega a nos deixar doentes, já que nessa época de chuva a temperatura não é baixa. 

Pois bem, aqui a gente precisa ter muito cuidado de não acabar molhado por muito tempo já que se você acabar "cogiendo frío", na certa vai ficar com um mal-estar, um resfriado ou um desarranjo intestinal. Para evitar qualquer problema eu sempre uso sapatos impermeáveis (por exemplo goretex ou de outra marca), que aguentam a água. Tem gente que vive de "katiuska" (bota de borracha), ou com "bota de monte" (as botas para caminhada e escalada, tipo Timberland, Panama Jack, etc). Para as mulheres há uma oferta de sapatinhos impermeáveis bem bonitos agora, mas não são fáceis de achar e custam os olhos da cara. Não é como antes que as opções de sapatos impermeáveis eram poucas e tínhamos que nos conformar com usar uns sapatos quadradões. 

É comum ver as pessoas andando por aí sem guarda chuva, mas com capuz ou algum chapéu de chuva, ou seja, que só cobrem a cabeça. Além das pessoas que evidentemente detestam levar guarda-chuva outra razão para não levar guarda-chuva em muitos casos é que em muitas tempestades o vento impede que possamos levar o guarda-chuva. Muitos são quebrados pela força do vento e não permitem que a gente se tape bem. E com aquele vento que vem na diagonal não serve de muito também.

Assim que se você está pensando em visitar a Galícia, o norte de Portugal ou o País Basco ou mesmo fazer o Caminho de Santiago na época de chuva venha preparado ou se prepare aqui com sapatos adequados e capa de chuva.